Anima Mundi 2015: Confira tudo o que rolou no evento

De palestras, exibições de curtas e oficinas até food truck e lojinha de souvenir, a 23ª edição do Anima Mundi de 2015, chega ao fim.


No dia 15/07 (quarta-feira), a equipe do Intercultural News visitou a Cidade das Artes no Rio de Janeiro para o último dia do Festival Anima Mundi, que realizou sua 23ª edição. Confira o que rolou durante todo o evento:

O Festival Anima Mundi foi criado com o intuito de trazer um pouco mais de valor e conhecimento da animação, por intermédio de outros países, inserido dentro do contexto tecnológico e cinematográfico do Brasil. Ocorrem votações internas antes das edições do Anima Mundi, para eleger os melhores curtas e desenhos do Brasil e do mundo, inscritos no Festival. Os melhores são expostos e exibidos em todo o Festival.










Há também diversas palestras com diferentes personalidades, dentre elas, desenhistas, cartunistas, ilustradores, escritores e diretores de cinema. Elas compreendem a explicação afundo da animação, da tecnologia, da carreira e experiências das personalidades e também dos avanços do ser humano.

Eles contam também com construções de animações de massinha de modelar, colocando em contato ao público com o intuito de evoluir a imaginação das crianças.

Se você não fala português e mesmo assim quer ir ao Festival, não há problema. O evento conta com tradutores que também são ilustradores. Enquanto estão desenhando, ficam em uma área bem visível para que possam ajudar aos turistas que visitarem o festival. Eles falam desde inglês até francês, o público mais atingido do festival em questão de exterior.

Após tudo isso, o tempo realmente passa rápido e a fome acaba chegando. O que nos leva aos incríveis e surpreendentes food trucks, trailers semelhantes a caminhões e ônibus, que vendem comidas de outras nacionalidades. Antes de sair, não têm como não dar uma passada na lojinha de souvenirs, onde há, desde camisetas, bolsas e bottons, até livros, cds e materias de papelaria.

Confira mais fotos abaixo: 

...

Por Italo Medeiros
Revisão: Ana Maria

Interviews

Most read of the week