Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

Estação espacial comemora 15 anos da chegada da primeira tripulação

Desde o ano de 2000, segundo a NASA, existe ocupação humana permanente no espaço, ainda com alguns dados levantados pela NASA, cerca de 220 pessoas de 17 países já passaram pela estação.

Na última segunda-feira (02), a Estação Espacial Internacional (ISS) comemorou o aniversário da chegada de sua primeira tripulação. A NASA, junto com seus parceiros globais, celebrou o marco, assim como os seis tripulantes que se encontram a bordo da estação. A atual expedição 45, composta pelos americanos Scott Kelly e Kjell Lindgren, pelo japonês Kimiya Yui e pelos russos Sergey Volkov, Mikhail Korninko e Oleg Kononenko preparou um jantar especial em homenagem ao dia.

O comandante da tripulação, Scott Kelly, que lidera esta missão com duração estipulada de um ano, diz que o objetivo das expedições que têm ocupado a estação é tornar possível explorações espaciais mais ambiciosas em longo prazo. Ele e seus companheiros consideram a estação como o primeiro passo da tecnologia para tornar possivel a viagem a Marte.

O avanço nas pesquisas também foi muito grande, desde 2000 mais de 1,2 mil de resultados científicos foram publicados a partir de pesquisas realizadas na ISS. Pesquisas para desenvolverem sistemas de purificação de água para uso na estação espacial foram aplicadas em países da África Subsaariana. Outros exemplos de tecnologias desenvolvidas para o espaço que melhoraram a qualidade de vida na Terra foram a cirurgia com braços robóticos e cirurgia para correção da visão com laser.


Imagem da TV Nasa desta segunda-feira (2) mostra os seis membros da Expedição 45, na Estação Espacial Internacional (Foto: HO/Nasa TV/AFP)


Tripulantes da Expedição 1 comemoram ao aparecerem pela 1ª vez em vídeo dentro da ISS em 2 de novembro de 2000 (Foto: Nasa)


Foto divulgada pela NASA em 2014 mostra o astronauta Reid Wiseman trabalhando fora da Estação Espacial Internacional (Foto: Alexander Gerst/ESA/NASA/AFP)

Fonte: G1 Ciência
Matéria por Italo Medeiros e revisada por Ana Maria

Páginas