Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 26 de novembro de 2015

“O primeiro amigo, a primeira garota, as últimas palavras” - Resenha do Livro "Quem é você, Alasca?"


E assim dou inicio à resenha de “Quem é você, Alasca?” (originalmente, Looking for Alaska). O primeiro romance escrito por John Green, publicado pela primeira vez em 2005 e veio fazer sucesso há pouco tempo.

Miles “Gordo” Halter, um garoto magro e alto, que mora na Florida com seus pais e tinha um hobby bastante peculiar, Miles colecionava ultimas palavras de pessoas de grande influência. Suas ultimas palavras favoritas pertencem a François Rabelais, que à beira da morte disse “Saio em busca de um Grande Talvez” e Miles, que não tinha amigos nem vida social, decide que vai para o internato de Culver Creek no Alabama à procura do seu “Grande Talvez”.

Ao chegar a Culver Creek, Miles logo faz amizade com seu colega de quarto Chip “Coronel” Martin, que o apresenta para Alasca Young e seu amigo Takumi que ironicamente começam a chamar o Miles de “Gordo”. Em Culver Creek, Gordo tem seu primeiro contato com amigos, bebidas, cigarros e trotes. Mas nem tudo era tão fácil assim, pois também tinha o Sr. Starnes “Águia” que era o inspetor do colégio e o Dr.Hyde “Velho” o professor de religião temido por muitos.

Através de Alasca, Gordo adquire mais uma últimas palavras, que fora as de Simón Bolívar “Como sairei deste labirinto?”, que acaba virando um questionamento durante a narrativa e particularmente me fez pensar bastante.

Sobre a forma com que foi escrito, o livro tem uma narrativa de fácil interpretação e os capítulos são divididos em dias, o que dá um ar bem legal ao livro.

Ao contrário do que dizem, John Green afirma que escreveu o livro pensando em um publico mais adulto e não à crianças ou adolescentes, para alguns a história pode ser meio pesada. Green disse que a grande maioria que tornou o livro “um romance para adolescentes.”

Resenha feita por Gustavo Mendonça.

Páginas