Harry Potter: Herói em Hogwarts e na luta contra o preconceito



Ano passado o Journal of Applied Social Psychology publicou uma pesquisa constatando que a leitura juvenil de Harry Potter pode ajudar crianças a lutar contra o preconceito. A pesquisa foi feita por psicólogos da Universidade de Modena e Reggio Emilia, e provou que ler a série do pequeno bruxo de Hogwarts faz com que seus leitores adquiram uma visão mais tolerante em relação a problemas do cotidiano, como Xenofobia, Homofobia, Bullying e etc.

O estudo foi feito por pesquisadores que o dividiram em três etapas, abordando crianças e adolescentes, antes e depois da leitura. Na primeira etapa, fizeram aulas aprofundadas no universo de Harry Potter, contando com cerca de 34 estudantes da quinta série, os quais receberam um teste, com questões em relação aos imigrantes na Europa. O Estudo apontou que os que se mostraram mais interessados nas palestras e haviam lido a obra de JK Rowling estavam mais favoráveis à essa situação.

A segunda etapa do estudo foi feita com 117 estudantes do ensino médio, dessa vez em relação a situação dos homossexuais. Novamente, os famosos Potterheads tiveram melhores aptidões. Em terceiro, a pesquisa abordou estudantes do Reino Unido, e apontou que aqueles que tinham menos identificação com Lord Voldemort ou, como conhecido no livro, "você sabe quem", tiveram mais preocupação com a situação dos refugiados, tendo em mente que o vilão queria um mundo onde os "trouxas" (os que não possuem poderes mágicos) ficariam a merce da dominação dos bruxos.

Apesar da pesquisa ter sido feita com menores, não podemos deixar de lado o fato de que os ensinos da obra de JK Rowling servem para todos os públicos, onde nos mostram lições de amor, amizade, coragem, respeito e outros mais.

Com a criação desta matéria, decidimos pesquisar mais 3 famosos livros e suas contribuições ao psicológico adolescente:



As vantagens de ser Invisível

Charlie é um menino de 15 anos e está no primeiro ano do colegial. Charlie tenta superar alguns traumas de sua vida, como a perda de sua tia Helen e o suicídio de seu irmão Michael. No decorrer de sua tentativa de superação, Charlie conhece Mary Elizabeth, Sam e Patrick, com os quais ele se diverte muito, mesmo sabendo que cada um também possuem problemas pessoais. Essa obra é uma verdadeira fonte para se sentir mais confortável em ser quem você realmente é.

Jogos Vorazes

Suzanne Collins nos surpreende com um dos mais novos Best Sellers Adolescentes, que assim como Harry Potter, também se tornou fenômeno do cinema. O livro conta a história de Katniss Everdeen e
Peeta Mellark, que vivem em um mundo sob a ditadura da Capital, que há anos promove os Jogos Vorazes como uma forma de reality Show em que jovens devem lutar entre si para sobreviver dentro da arena e ter a vitória. Katniss e Peeta, assim como a população dos outros 11 distritos, reconhecem o abuso da Capital e se posicionam contra o presidente Snow, mesmo sabendo os riscos que isso podem lhes trazer. O Best Seller é uma verdadeira lição de que devemos ter senso crítico e nos posicionar pelo o que acreditamos ser correto.



Peter Pan

Dentre as mais famosas obras da nossa infância, essa não pôde ser deixada de lado. Peter Pan é um menino que vive na Ilha da Terra do Nunca com seus amigos, chamados Garotos Perdidos. Lá eles não crescem, não têm responsabilidades e passam o dia se divertindo com diversos seres fantásticos, como fadas e sereias, além de piratas. Mas quando Peter conhece Wendy, John e Michael, os três irmãos que foram levados para o seu mundo, ele começa a refletir sobre a vida adulta. A Obra é uma lição moral de crescer sem perder a inocência e a doçura que nos é dado na infância.


Matéria feita por Nícolas Neves, Revisada por Bruna Porto

Interviews

Most read of the week