Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

quarta-feira, 1 de março de 2017

A interculturalidade do Carnaval - Conheça a origem e suas diversas comemorações ao redor do mundo


Árvore de Natal da Lagoa Rodrigo de Freitas, Réveillon na praia de Copacabana… Quando se fala em tradições comemorativas, o carioca conhece bem o assunto. Mas após todas essas, o que não só os cariocas, como também o resto do Brasil quer, é participar das folias de carnaval. O Brasil possui uma referência muito grande mundialmente por suas festividades carnavalescas, mas não se engane, essa cultura não é originada do nosso país.

Associado pela junção de diferentes práticas religiosas, o carnaval veio de culturas gregas, romanas e mesopotâmicas, entre os anos 600 a 520 a.C, onde dedicavam de diversas maneiras tais festejos aos seus respectivos deuses, mas recebeu seu nome quando a Igreja Católica oficializou as datas antecedendo a quaresma.

O Carnaval fincou suas raízes no Brasil a partir de 1500, período colonial, conhecida pela cultura portuguesa na época como entrudo. No entanto, tais festividades eram realizadas por escravos, onde os quais pintavam seus rostos e jogavam bexigas d'águas e farinha nos outros foliões.


Apesar do impedimento entre os escravos e seus senhores na prática de tal cultura, o entrudo acabou se tornando bastante popular, ganhando espaço ao longo do tempo na elite imperial, que apesar de reprimir tal festejo por ser perigoso, começou a realizar bailes de carnaval, durante o século XIX, em clubes e teatros.


A ligação entre as distintas culturas incrementou ainda mais a criatividade dos foliões para comemorar o carnaval brasileiro, no decorrer dos séculos. E hoje é algo quase impossível de não vermos ao colocarmos os pés nas ruas da cidade maravilhosa entre os meses de fevereiro e março. Mas a globalização trouxe o carnaval apenas ao Brasil? Pelo contrário, muitos outros locais no mundo realizam festas de diferentes formas.

Carnaval Americano - Nova Orleans


Como a única cidade dos Estados Unidos que comemora o Carnaval, Nova Orleans possui um toque especial dentro do País. Sua origem teve início por volta de 1699, iniciada por colonizadores franceses, na cidade de louisiana. Mas assim como no Brasil, no decorrer dos anos as festas foram recebendo incremento da cultura de negros e aumentando as formas de realização.


Registros mostram que o Mardi Grass teve origem na instituição do clube The Mystick Krewe of Comus, em 1857, da unição de alguns comerciantes. Desde então, se tornou tradição no País. É bastante conhecido pelos desfiles de máscaras e pelo famoso beats for free, que são os colares de diferentes tamanhos e cores que jogam dos carros alegóricos. Apesar de ser comemorado antes da quarta-feira de cinzas, em Nova Orleans é festa o ano inteiro. É um ótimo ponto turístico do país.

Carnaval Italiano - Veneza, Viareggio, Cento


Reconhecido como um dos mais bonitos e ricos da Europa, o Carnaval Italiano é a época do ano em que as cidades que comemoram, recebem mais turistas. É dividido entre centenas de festividades, mas recebe referência principalmente por três mais importantes:


Carnaval de Máscaras de Veneza, onde a cidade fica cheia durante duas semanas repleta de turistas mascarados, formando uma imagem única e encantadora;

Carnaval de Viareggio, que teve origem no final de 800 d.C, famoso pelos desfiles de carros alegóricos feitos de papel machê, e etc;

E o Carnaval de Cento, que possui muita referência ao Carnaval brasileiro por ter sido criado a partir dos anos 90, após uma parceria com a cidade do Rio de Janeiro, adotando a aparência das festividades cariocas.

Carnaval canadense - Quebec


Enquanto blocos carnavalescos andam pelas ruas cariocas de baixo de uma temperatura de quase 40°, os Canadenses preferem comemorar de uma forma mais “fria”. Exatamente, no Canadá o Carnaval é comemorado no inverno. Estranho? Nem um pouco. As comemorações ocorrem entre 30 de janeiro a 15 de fevereiro e atraem milhares de pessoas do mundo inteiro anualmente.


A Festa possui quase 60 anos de história e mantém tradições nada comuns no Carnaval que conhecemos, onde os foliões participam de corridas de trenós pela neve, desfiles noturnos e o Snow Bath, quando os participantes usam trajes de verão e se jogam na neve.


O novo pode ser legal, mas cá entre nós, nada melhor do que curtir o nosso samba e comemorar o nosso carnaval. Divirta-se bastante!

Matéria feita por Nícolas Neves, revisada por Bruna Porto.

Páginas