Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, 31 de março de 2017

Mad Jack, Guerreiro da 2° Guerra Mundial

Como muitos sabem, a 2° Guerra Mundial foi um período de tensão para toda a humanidade, muitos soldados de ambos os lados foram sacrificados em prol de uma disputa de poder que viria a ser conhecida como um dos momentos mais sombrios da humanidade, acreditamos que todos os soldados que lutaram bravamente nesta guerra devem ser lembrados e homenageados, mas hoje iremos falar de um em especial.

John Malcolm Thorpe Fleming Churchill, mais conhecido como Mad Jack, nasceu em 1906 em Surrei e lutou na segunda guerra mundial pelo exército britânico junto com seus companheiros, mas diferentemente de seus companheiros, ele não usava um rifle, ele usava uma espada, mais precisamente, essa espada:

Existem registros de que "Mad Jack" liderou uma batalha em que o exército britânico capturou 42 alemães usando apenas a sua espada e ele costumava dizer que o homem que vai para sua batalha sem levar sua espada, não está propriamente vestido.


Além de sua espada, John Malcolm Thorpe Fleming Churchill possuía um Arco e flecha e uma gaita de fole cuja a qual ele costumava tocar para entrar no clima de Guerra porque aparentemente, clima de guerra instaurado nos locais para onde ele ia, não era suficiente. Em uma batalha na França, Mad Jack deu sinal para sua tropa avançar após matar um alemão com uma flecha, se tornando o único soldado na Segunda Guerra Mundial a matar alguém com uma flecha.

Inevitavelmente, Mad Jack foi capturado durante uma missão para tomar um forte conhecido como Point 622, em Braga. Ele foi o único capturado, pois seus outros 6 companheiros foram atingidos por um morteiro e estavam gravemente feridos e o resto dos 40 soldados que estavam com ele, nem ao menos conseguiram chegar ao Point 622. No momento de sua captura, Mad Jack tocava "Do You no Come Again" em sua gaita de fole, após sua captura, ele foi levado para Berlim para ser interrogado e levado para um campo de concentração cujo o qual ele fugiu e foi rapidamente capturado e enviado para outro campo de concentração, que ele também fugiu e andou 240km com quase nenhuma comida, ele finalmente chegou a Itália onde foi resgatado pelo exército americano. Mad Jack, acabou perdendo boa parte da guerra por estar preso nos campos de concentração, portanto, após seu resgate, ele decide ir para Burmo no Japão, onde a guerra ainda estava acontecendo, porém, quando ele chega a Índia, os USA já haviam testado as bombas de Hiroshima e Nagasáqui e desta forma, dando um fim a guerra e assim que Mad Jack soube do ocorrido, ele proferiu a seguinte frase:


"Se não fosse por esses malditos americanos, nós poderíamos ter continuado essa guerra por mais 10 anos."

E essa foi a história de Mad Jack, o homem apaixonado pela guerra.

Matéria feita por João Marcos.

Páginas