Um assunto que precisa ser tratado para uma ajuda mais que bem-vinda!


O aumento do suicídio entre os jovens, vem preocupando a muitos. Desde pais à parentes. Ultimamente o assunto vem sendo abordado com muita frequência, já que o número de suicídios em meio a comunidade vem crescendo significativamente.

Grande parte da sociedade ainda trata o assunto com tabu, e acaba não sendo muito discutido. Porém, enquanto debates sobre o tema não forem permitidos, a dor e o sofrimento de famílias, amigos, e das próprias vítimas permanecerá.


No dia 31 de Março foi lançada pela Netflix a série 13 Reasons Why, adaptada por Brian Yorkey baseando-se no livro escrito em 2007 por Jay Asher, Thirteen Reasons Why. A série narra o suicídio de uma estudante após problemas grandes e pequenos realizados por indivíduos dentro de sua escola.

Por conta da série, que vem sendo alvo das atenções nas redes sociais, o assunto da adaptação foi aproveitado como debates dentre os internautas, pelo fato de abordar temas como bullying, estupro e o suicídio, o que vem aumentando a conscientização dentre jovens e adultos.

Segundo a OMS (Organização Mundial de Saúde), o suicídio mata mais jovens que a Aids no mundo. Segundo dados, 32 brasileiros se matam a cada dia.

A história de Hannah Baker causou uma mega mobilização nas redes sociais, divulgando a hashtag #NãoSejaUmPorquê, que combate princípios de depressão dentre todos, o que acaba indo contra pensamentos de suicídio. Essa mobilização trouxe a tona muitos alertas tanto às vítimas quanto as pessoas que convivem com as mesmas.


A percepção de tal problema é de suma importância em meio à sociedade. Afinal, grande parte das vítimas, preferem manter seus sentimentos para si. Precisa-se entender o que é o suicídio, pois é um problema do qual todos devemos tratar e prevenir. A emissão de sinais que caracterizam um individuo com depressão deve ser identificada. Por isso, necessitamos ser perceptíveis à tudo, e buscar entender para colaborar de maneira correta.

Como identificar um princípio de depressão?

Por mais difícil que seja expressar, o desejo de ajuda é presente. Portanto, são pequenos sinais que nos mostram o que elas necessitam. Com a percepção, podemos de fato ajudar o próximo e até mesmo salvar vidas que são tidas pelas vitimas como "sem jeito".

Frases de sofrimento, exclusão no meio dos amigos, aparência abatida... são muitos os sinais que uma pessoa pode dar, mesmo indiretamente. A pratica da automutilação é uma das características que pode ser o início do pensamento de suicídio, o que infelizmente é denominado como uma maneira para chamar a atenção. De fato, a maioria das praticas que um individuo faz pode ser para chamar a atenção, porém não é a maneira correta de buscar ajuda. O julgamento contra os praticantes aumenta o conflito sentimental dentro delas, e as fazem buscar o prazer na dor, o que conforme o tempo vai se intensificando e leva muitas vezes à morte. Mas a maior causa de desistirem de viver, ainda é a depressão severa, que é devastadora.

Como podemos ajudar?

"Lembre-se que mesmo que aquela 'brincadeira' não pareça grande coisa para você, pode significar o mundo de outra pessoa."

Frases "para de palhaçada, você não ta com problemas" parecem ser simples, mas que significam muito, da maneira errada. A melhor forma de ajudar não é dizer coisas que parecem ser motivacionais, nem fazer brincadeiras bobas.

Ouvir a pessoa, mesmo sem saber o que responder, é a melhor maneira para evitar problemas futuros. Uma conversa simples pode ser de suma importância, e as vezes é exatamente o que a pessoa necessita. O desabafo é o que tira o peso das costas, o que esclarece os problemas e busca ajuda para resolve-los. Alguns problemas podem levar além de uma simples conversa, e um especialista pode ser mais adequado para o caso. Porém buscar entender o que se passa não deixa de ser um ponto importante para o início de uma busca por ajuda.

Coisas simples podem mudar o mundo, e fazer um número de vidas perdidas a cada dia diminuir incrivelmente. Estenda sua mão, e ajude o seu próximo. Nunca faça alguém se sentir sozinho, esteja presente sempre. Faça o seu sorriso ser também o sorriso de muitos.


Matéria feita por Maria Luiza, Redigida por Nicole Pires e Nícolas Neves.

Interviews

Most read of the week