Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

sexta-feira, 23 de junho de 2017

O preconceito racial, o machismo e a repercussão destes na sociedade atual: Uma associação ao filme "Estrelas Além do Tempo"


Resumo da história

O filme se passa em 1961, Guerra Fria, onde os Estados Unidos e União Soviética pleiteiam a preponderância nas questões espaciais. Enquanto isso, a personagem principal, Katherine Johnson, e suas amigas, Dorothy Vaughn e Mary Jackson, lutam para que haja a igualdade racial entre brancos e negros.

Katherine possuía uma mente brilhante. Conseguia fazer cálculos adiantados para sua idade, e estava numa turma adiantada por ser uma menina prodígio. Ao crescer, as três incríveis mulheres começaram a trabalhar na NASA, causando grandes progressos para a empresa.

Havia seis órbitas russas sobre pressão à NASA e o presidente queria respostas para a solução daquele problema. Assim, precisariam de um conhecedor de Geometria Analítica. Mas, quem? Dorothy Vaughn propõe, para o cargo, sua amiga Katherine, capaz de resolver qualquer cálculo.

Enquanto isso, Dorothy oferece-se para o cargo de supervisora, porém é rejeitada pelas dúvidas geradas sobre a capacidade das mulheres negras. O preconceito e a dúvida da capacidade intelectual de Katherine crescem gradativamente. Porém, esta, surpreendentemente, quebra o estereótipo que há com sua etnia. A todo o momento, ela é subestimada por ser mulher com tamanha inteligência; porém, com sua base na Ciência Matemática, Katherine prova que é capaz, como qualquer um, de obter sucesso.

Com suas contas, avança com o procedimento de levar o primeiro homem à Lua, porém falha ao revelar os cálculos confidenciais. A sociedade insistia em fazer a separação entre negros e brancos, dando prioridade aos mais “bem sucedidos”.


Al Harrison quebra a separação entre as duas etnias ao perceber a ausência constante de Katherine quando ele mais precisa dela. Esta diz que, por não haver banheiro pra ela perto de seu local de trabalho, precisa caminhar oitocentos metros ao banheiro mais “próximo”. “Um gesto simples, porém especial.”.

O foguete é lançado para o teste e, de uma maneira inacreditável, a tentativa obteve sucesso, proporcionado uma credibilidade maior ao esforço e competência da NASA. Porém, houve uma falha na cápsula causando riscos ao astronauta John Glenn.

Katherine, Dorothy e Mary crescem na empresa com suas grandes conquistas. Katherine faz um cálculo capaz de mudar a trajetória da cápsula, Dorothy e seu grupo são transferidos de seu setor e Mary consegue assistir as aulas para tornar-se uma grande engenheira. Com seus cálculos, Katherine faz com que a decolagem, voo e pouso do foguete consigam obter a vitória.

A separação de uma sociedade “unida”

Atualmente, pode-se notar a presença do preconceito racial? O machismo ainda se faz vigente? São perguntas já respondidas pela maneira com a qual lidamos com pessoas no nosso cotidiano. Por mais que discreto, o preconceito é reconhecido e relatado por muitos indivíduos. O machismo se faz presente em vários lugares onde ainda tem-se a visão de que a mulher é frágil para certas atividades.


Somos, realmente, um povo unido? Uma Nação justa? Ou ainda trazemos conosco os hábitos opressores de antigamente? Abraham Lincoln, dizia “A bondade nada sabe de cores, credos ou raças. Todas as pessoas nascem iguais.”. A aceitação das desigualdades sociais é algo praticado pela sociedade, porém encoberto, e o medo de agir diferente é um constrangimento às mentes vazias.

Texto escrito por Maria Fernanda Candido, revisado por Nícolas Neves.

Páginas