Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

terça-feira, 30 de outubro de 2018

A Semana De Ensino, Pesquisa e Extensão- CEFET

Dos dias 17 a 20 de outubro, ocorreu o evento chamado "Semana de Ensino, Pesquisa e Extensão (SEPEX)", no CEFET/RJ, em Nova Iguaçu. Cujo o tema deste ano foi "ciência para redução das desigualdades". A diretora do campus é Lauane da Costa Pinto Lins Fragoso e na comissão organizadora, estavam: Fernanda Lúcia de Sá Ferreira, Julios Monteiro de Barros Filho, Marta Máximo Pereira, Rosana Soares Gomes Costa, Suzy Darlen Dutra de Vasconcelos, Tito Gonçalves de Sousa, Wanderlei Freitas Lemos e Wellington Wallace Miguel Melo.

Na entrada do local, estavam organizados muitos stands, que os próprios alunos montaram, os mesmos apresentaram seus projetos em desenvolvimento ou já desenvolvidos. 
Também aconteceram algumas palestras e oficinas, como a palestra "desatando nós" do então renomado Professor de Matemática Pura e Aplicada, Reimundo Heluani que expôs e aplicou seus conhecimentos sobre o estudo de “nós”, pouco explorados na matemática, segundo o mesmo.
Uma das suas principais falas foi voltada a Teoria das Cordas e Anéis de fumaça (Von Helmholtz – 1858), porém o tema central de sua apresentação foi desenvolvido nas pesquisas de Tait (1857). Para a definição de nó, enquanto matéria, Reimundo o utilizou como um objeto mergulhado no espaço de três dimensões.
Após sua amostra de ilustrações trabalhadas por Tait, o palestrante quis provar uma de suas teorias, aplicando uma dinâmica com quatro pessoas presentes na palestra. O principal objetivo era fazer e, ao mesmo tempo, desfazer um nó criado com cálculos matemáticos. Assim, mostrando a relevância com a qual o assunto pode ser tratado e o nível de aprofundamento necessário em sua tese. 
Outra palestra bem interessante, foi a "direitos humanos: um debate necessário", pelos professores Rafael da Rocha Fontes, André Luiz Correia Lourenço e Alexander Soares Magalhães que nortearam um debate, promovendo uma roda de conversa entre os alunos sobre o tema proposto inicialmente. A introdução, feita pelo professor Alexander originou a fala de um ponto de vista filosófico, iniciada pelo Professor Rafael.
Portanto, o mesmo retratou valores de igualdade e desigualdade sociais, através de um pequeno texto. Consequentemente, afirmando “vida” e "liberdade” como marcos na história dos Direitos Humanos. A principal
ação, centralizada em seu texto, é a razão. Esta é descrita como um critério para a validação das normas citadas anteriormente e como sucessora fiel da política, como protagonista ao desenvolvimento estatual.
Logo após, a fala foi dada ao Professor André, que explicara o contexto antecessor histórico para a validade dos direitos conquistados socialmente. O palestrante avaliou critérios e marcos principais, os quais contribuíram para a maior liberdade e ascensão de uma determinada classe social. Como exemplo, citou a Revolução Francesa e a Declaração de Independência dos EUA. Ambos promoveram a dignidade de luta pelos próprios direitos como cidadãos. 
A equipe do Intercultural News realizou uma entrevista com um dos principais organizadores do evento. A mesma está completa em nosso canal no YouTube.

Páginas