Breaking

Post Top Ad

Your Ad Spot

quinta-feira, 25 de junho de 2015

Divulgadas fotos inéditas de suposto cadáver extraterrestre de Roswell


O renomado pesquisador e jornalista Jaime Maussan revelou ao público novas provas quanto a suposta existência de dois cadáveres extraterrestres, com isso, algo novo se uniu ao Debate Histórico sobre a existência de vida fora da terra, este fato polêmico vem conquistando lugar e discussão na Sociedade e na Comunidade Científica, principalmente no que diz respeito ao incidente de Roswell.


Em uma conferência, realizada no Auditório Nacional da Comunidade do México, o pesquisador falou sobre novas teorias de óvnis, usando como base as dissertações, provas e teorias de especialistas no assunto, sendo eles James J. Hurtak, Paul T. Hellyer e Thomas J. Carey, revelando elementos do Caso Roswell, de 1947, quando supostamente foi descoberto um cadáver caído de uma nave extraterrestre.

“Existem milhares e milhares de galáxias e continuamos pensando que somos os únicos e os mais inteligentes, mas não é bem assim.”, afirmou Massaun, ao apresentar dois slides que mostravam os corpos de dois supostos alienígenas.

No entanto, nem todos os pesquisadores de criaturas extraterrestres concordam que as imagens seriam realmente de uma criatura vinda do espaço. De acordo com Nigel Watson, autor do Manual de Investigação Óvnis, “os slides do Caso Roswell e seus autores anônimos apenas assumem que essas imagens são do suposto alienígena de Roswell, além de que as imagens são de má qualidade, como se eles tivessem tirado a foto de uma múmia em museu.”. Muitos críticos afirmam e comparam que essa imagem é semelhante com a de uma múmia egípcia que está exposta no museu Smithsonian, nos Estados Unidos.

O Caso Roswell ou Incidente Roswell, é um dos casos mais famosos da Ufologia mundial. Ele diz respeito a acontecimentos ocorridos em Julho de 1947 na localidade de Roswell, onde um OVNI teria caído. Abaixo se segue a imagem quanto ao suposto cadáver extraterrestre:



Por Italo Medeiros
Revisão: João Marcos


Páginas