Confira o ranking dos 5 aplicativos para aprender idiomas pelo celular


Sem tempo ou força de vontade para aprender um novo idioma? Qualquer erro bobo se torna um impecilho? Acha monótona a forma como é ensinado o idioma? Sempre carrega muitos materiais, apostilas e folhas? Fica estressado e até mesmo pensa em desistir?

Se você respondeu sim à maioria, senão todas as perguntas anteriores, não se preocupe, você é igual a basicamente todo mundo. Pensando nisso, as empresas e os técnicos desenvolvedores de aplicativos tiveram ideias para criar aplicativos de fácil acesso para o celular, onde você pode jogar enquanto aprende novos idiomas, porém, isso não é novidade para ninguém, partindo deste princípio, fizemos uma seleção dos 5 melhores e mais dinâmicos aplicativos para celular que tem essa finalidade.

1. Duolingo

Este aplicativo gratuito e rentável é disponível para Iphone, Android e até mesmo computadores. Ele traduz e ajuda a pronunciar palavras e frases de mais de 10 idiomas, incluindo inglês, frânces, alemão, português e sueco.
É possível determinar o seu nível de conhecimento do idioma e estabelecer metas diárias para superar. Cada lição inclui exercícios que trabalham as 4 matrizes mais importantes de qualquer língua, falar, escutar, traduzir e compreender. O método se baseia em estimular o usuário a construir uma espécie de árvore de conhecimento, em que uma etapa vencida leve à seguinte.O criador do aplicativo, Luis Von Ahn, nasceu na Guatemala e diz que a ideia de Duolingo é que todo o mundo tenha um acesso igualitário ao aprendizado de idiomas.Von Ahn reconhece, no entanto, que muitas pessoas não têm acesso a celulares e que o aplicativo não substitui as aulas com um professor.

2. LinguaLeo

O aplicativo criado por uma empresa russa de ensino online é gratuito e traz diversos jogos e desafios para aprender inglês. A versão para brasileiros conta ainda com alguns recursos inusitados que faz uso de músicas, piadas e até cenas de filmes famosos nas lições, além de incluir um dicionário com a pronúncia correta das palavras. Também é possível escolher o nível de dificuldade dos exercícios. Uma versão paga do aplicativo dá acesso a mais conteúdo e, assim como o anterior, é disponível para Iphone, Android e computador.

3. Busuu

Busuu é uma rede social gratuita – com a disponibilidade de compras dentro do aplicativo – que possibilita aprender idiomas em sequência. Seu nome faz referência a um idioma falado em Camarões. A plataforma é utilizada em todo o mundo, porém, seu foco se encontra na China, no Brasil, na Turquia e na Alemanha. Além de oferecer cursos gratuitos e pagos, a aplicativo possibilita a interação com falantes nativos dos idiomas em todo o mundo. Ele possui mais de 9 idiomas e há também uma divisão por temas cotidianos. Uma vez que você tenha aprendido as três mil palavras e frases chave de um idioma, pode interagir com cerca de 50 milhões de usuários.

4. Babbel

Este aplicativo, dentre os 5 listados, é o único que se mostra inteiramente pago, a sua assinatura por três meses custa US$20 (equivale a 70-80 reais). Ele é disponível para Iphone, Android, computador e até mesmo o novo relógio inteligente da Apple. O aplicativo conta com muitos testes, exercícios de vocabulário, gramática e elementos do idioma para todos os níveis. Por ser pago, é o aplicativo que possui a maior quantidade de idiomas, sendo eles 14 línguas distintas. Cada idioma conta com uma pequena e simples lição gratuita, que envolve especificidades para aprender determinados temas como hobbies, trabalho, etc.

5. HiNative

HiNative é uma plataforma gratuita que torna possível o diálogo com falantes nativos do idioma que se pretende aprender, em todo o mundo. São cerca de 11 lições com jogos, que se estruturam de forma semelhante a livros infantis, nos quais os usuários tem que resolver quebra-cabeças segundo seu nível de conhecimento da língua. Também é possível fazer perguntas aos falantes de cada língua através de questionários pré-prontos do tipo: Como se diz isto? Isto soa natural? Qual é a diferença entre estas palavras ou frases?

Matéria por Italo Medeiros, revisada por Ana Maria.


Interviews

Most read of the week